Início > Dicas técnicas > Escolhendo seu equipamento fotográfico. Parte I.

Escolhendo seu equipamento fotográfico. Parte I.

Olá amigos fotógrafos.

A dica de hoje é uma sugestão da nossa querida leitora Virgínia Nogueira, que me mandou o seguinte e-mail:

“Olá Huaíne,
Tudo bem?
Acompanho vc no Orkut, na comunidade D-60  e agora pelo seu blog.
Muito legal sua iniciativa…admiro seu jeito de escrever, explicar e ajudar.
Gostaria de fazer uma solicitação: Inclua no seu blog um post falando sobre equipamento para quem deseja trabalhar com fotografia. Eu estou iniciando nessa área e como sou novata, ainda fico um pouco confusa na hora de escolher equipamento. Como vc já atua nessa área e domina bem o assunto poderia nos ajudar, dicas de máquina, objetivas…flash…
Acho que é só isso tudo! rs.
Uma ótima tarde pra vc e fica com Deus ,
Nos vemos lá no blog.
Bjs

Virginia

Bom Virgínia, achei essa sua sugestão muito boa, então aí vão algumas das minhas ideias quando o assunto é equipamento fotográfico.

A escolha da câmera:

Como nosso amigo Leandro Neves bem ressaltou: tanto faz!

Mas como eu sei que a vida não é tão simples assim e a pobre Virgínia me mataria se eu concluísse dessa forma, vamos ao que eu penso sobre o assunto.

Já que a ideia aqui é dicas de equipamento para quem está começando a trabalhar com fotografia, vamos por enquanto pular as câmeras compactas e nos ater exclusivamente às reflex.

Corpo da câmera: Este quesito é extenso, pois você pode escolher determinado corpo de câmera por N razões, o primeiro deles geralmente é o preço.

As câmeras DSLR mais ‘em conta’ são as que costumamos chamar de ‘entry-level’. Em teoria elas não guentam o tranco do trabalho do dia-a-dia corrido de um fotógrafo. Mas vamos combinar, quem está começando não tem dia-a-dia corrido. Ninguém começa como foto-jornalista de guerra, então vejo aí uma super vantagem de comprar uma câmera reflex de entrada (eu tenho uma).

O legal é que elas já vem com uma lente de kit super bacana que te permite uma variedade incrível de fotografias. Retratos, paisagens, still, macro, tudo isso você pode fazer com uma lente simples, 18-55mm que acompanha o kit.

Atualmente eu recomendaria uma Nikon D5000 ou uma Canon Rebel T1i. As da linha Sony Alpha também são muito boas.

Empunhadura: Não sei o quanto minha opinião vai contar neste caso, pois sou de opinião contrária à grande maioria. Tenho mãos muito pequenas, então as câmera de entrada são perfeitas pra mim. Mas na prática a maioria das pessoas prefere câmeras com um grip maior. E assim sendo, as câmeras mais parrudas, que são mais resistentes, mais caras, com mais funções podem agradar à essas pessoas.

Dentro dessa categoria, de câmeras que estão nesse primeiro degrau, logo após as de entrada, estão as bem cotadas Nikon D90 (gostaria muito de ter) e a Canon 50D.


Peso: Vale lembrar, que se as câmera mais gorduchas podem nos dar uma melhor qualidade de imagem e maior resistência, elas também tendem a ser mais pesadas. Eu sou fracote, então procuro sempre maneirar no peso do set câmera + objetiva + flash.  Porém, mesmo quem não se importa tanto com isso, acaba sentindo o drama depois de muitas horas clicando.

Sensores: Atualmente mesmo as DSLR mais baratas tem uma boa qualidade de imagem. Acaba sendo mais uma batalha entre marcas. O que antes foi uma competição para quem atingia mais megapixels, hoje em dia a corrida é para ver quem consegue alcançar ISO’s mais elevados, mantendo as fotografias nítidas.

Sem puxar brasa para a sardinha de ninguém, eis uma imagem comparando ISO’s altos entre as câmeras Nikon D5000 e Canon Rebel T1i, num review feito pelo Gizmodo.

(amplie)

Compatibilidade com as lentes: Agora devo admitir que vou encarnar um pouquinho meu espírito nikonzeira. Quando optei pela marca, uma das razões foi que a Nikon sabiamente manteve a mesma baioneta das câmeras SLR – aquelas de filme – nas suas DSLR. Isso significa que a ‘biblioteca’ de lentes a sua disposição é muito maior, uma vez que as lentes mais antigas ainda poderão ser usadas nas suas cameras reflex moderninhas.

E quando o assunto são os “grandões”: Bom, aí posso afirmar que tanto faz mesmo! Se nem o preço, nem o peso são um problema para você, pode investir numa câmera full frame, como uma Nikon D700, D3x, a linha Mark da Canon, que é uma belezura ou até mesmo a série de full frames da Sony, como a A850.


Bom pessoal, como o assunto é bem extenso, resolvi dividir esta postagem em 3 partes. Na próxima falaremos sobre os tipos, marcas e funções das lentes objetivas.

Até lá.

Anúncios
  1. Darlinton Ferreira
    01/06/2010 às 02:41

    Hmmmm… Bacana, parça!

    Confesso que fiquei aliviado quando li que teria continuação. hehehehe xD

  2. Anastácia Vaz
    01/06/2010 às 13:40

    Oi Huaíne,

    Adorei descobrir seu blog, porque estou começando a trabalhar com fotografia infantil aqui em Natal – RN.

    Se puder, gostaria de ler um post sobre a configuração de computadores usados para edição de imagem, para quem tá começando.

    Só tenho laptop, e sei que editar em tela de computador portátil é extremamente proibido.

    • 01/06/2010 às 14:22

      Legal Anastácia, fico feliz que esteja gostando.

      Gostei da sugestão, vai ser um post bem interessante, pois estou atualmente montando um novo computador voltado para a edição de imagens.

      Vou pesquisar mais sobre o assunto.

      Um abraço.

  3. Daniel
    01/06/2010 às 15:52

    Olá! Parabéns pelo site.
    Só gostaria de lembrar que a Nikon estupidamente tirou o motor de foco das DSLR’s de entrada e incorporou tal motor nas objetivas. Então para quem for escolher uma Nikon de entrada (como eu) e quiser utilizar o recurso do auto-foco, procurar pelas objetivas com a inscrição AF-S.

    Abraços!

    • Darlinton Ferreira
      01/06/2010 às 21:11

      Daniel,
      Não há com o que se preocupar. A lente que acompanha qualquer kit da Nikon já vem com micromotor de autofoco. E hoje, creio que todas as lentes lançadas, pela Nikon, possuem motor de foco.

      De qualquer forma, acho que você esqueceu de citar que lentes AF-I, que também possuem motor de foco, funcionam 100% em uma câmera de entrada da Nikon. Sem falar que você não citou como exemplo lentes de outras marcas, como a Sigma, que usa sigla “HSM” em suas lentes que possuem motor de foco.

      Por que eu disse tudo isso?
      Porque não havia necessida do seu “lembrete”, pois a intenção da postagem não era de ser tão aprofundada, digamos assim.

      Um abraço e fique na paz.

      • 01/06/2010 às 23:25

        Opa, obrigada por respondê-lo, Darlinton.

        Concordo 100% com o que você disse, muito bem colocado.
        Daniel, eu realmente nao coloquei este fator, mas foi importante voce citar. Há quem se sinta frustrado com adquirir uma câmera como a D60 por exemplo e “ter” que comprar lentes AF-S.

        Mas como o Darlinton comentou, a maioria das lentes lançadas pela Nikon atualmente já são AF-S, pois o sistema é realmente superior, mesmo em cameras que já possuem motor de foco no corpo. Lembrando que nesse caso, de dois motores, prevalece o motor da lente, é como se o do corpo nao existisse.

        Para concluir, existem lentes AF-S da Nikon bem em conta, como a incrível versátil 55-200mm, e a 35mm f/1.8 lançada no ano passado. Isso tudo sem contar a lente do kit.

        E ainda, pra fechar o caixão, há opções alternativas, como as sigma, HSM, bem citadas pelo Darlinton. Por isso nao vejo a ausência do motor como fator impeditivo para a arquisição de uma nikon de entrada.

  4. Virginia
    02/06/2010 às 08:52

    Oi Huaine…Poxa “brigadão” pelas dicas mais-mega-blaster bem vindas. Fico feliz pela atenção especial a minha sugestão, que é bem simplesinha, mas muito pertinente à pessoas que como eu estão “nascendo” no mundo da fotografia e pesquisam tuudo durante o dia todoo dia até “dominarem” o assunto e dar os primeiros passinhos fotográfico.
    Bjus e valeu

  5. Daniel
    02/06/2010 às 09:08

    Olá! Por favor, não me interpretem mal. Achei a matéria muito boa.
    Coloquei essa observação apenas porque quando fui comprar minha DSLR (uma Nikon D40) não tive essa informação e posteriormente acabei ficando um tanto frustrado. Talvez se esse detalhe estivesse disponível de forma mais clara e acessível para um leigo como eu, hoje eu teria uma Canon em vez da Nikon. Talvez.
    Sei que a lente do kit já vem com o motor e que existem outras marcas interessantes como a Sigma, no entanto desconhecia que as lentes AF-I também serviam. Obrigado pela informação.
    Mais uma vez, gostaria de ressaltar que o meu comentário não foi diminuir o artigo, e sim alertar para algo que pode ser importante para quem vai comprar uma primeira DSLR (principalmente as de entrada) e não tem um conhecimento vasto sobre os diferentes tipos de objetiva, suas nomenclaturas e compatibilidade, como era o meu caso.
    Fiquem com Deus!

    • 02/06/2010 às 10:04

      Olá Daniel.
      Nao se preocupe, achei extremamente válida a sua observação. Eu mesma tinha esquecido deste “detalhe” na composição do artigo. Acho inclusive que vale a pena dar uma editada e incluir isto. Obrigada pelo alerta.

      Algo que o pessoal da Canon “esquece” de comentar, é que não é que a camera tenha ou não motor de foco no corpo. É que a Canon nao tem retrocompatibilidade com as lentes mais antigas, devido à mudança de baioneta na migração para o digital. Por isso que todas as lentes que SERVIREM vão funcionar perfeitamente.

  6. 06/06/2010 às 14:23

    thanks for choosing my shots as part of your articles… ^^

  7. Juan Romacho
    27/10/2010 às 16:26

    Hola
    En su blog, el día 31-05-2010 he visto publicada esta foto mía
    http://www.flickr.com/photos/celtis/4656484357 No me importa que se haga uso de mis fotos si es para una buena causa, pero me gustaría que al menos se me pidiera permiso y se citara el autor, pues como habrá visto al copiarla, todas mis fotos tienen © todos los derechos reservados.

    Un Saludo.

    • Juan Romacho
      28/10/2010 às 15:47

      Todo ha sido un error como me explicas en tu email veo que al pulsar sobre la foto enlaza con mi Flickr. Por favor no sustituyas la foto. Esta esquivocación ha servido para que vea tu Flickr y navegue por tu blog y tus videos y vea la labor pedagógica tan maravillosa que haces. Repito, mil perdones y ahora soy un seguidor más de tus sitios webs.
      Juan Romacho (zeltis)

      • 28/10/2010 às 15:50

        Sem problemas, Juan.
        Agradeço muito por permitir a publicação.

  1. 02/06/2010 às 09:18
  2. 29/11/2010 às 19:04

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: