Início > Dicas técnicas > 10 dicas para quem está começando a fotografar crianças.

10 dicas para quem está começando a fotografar crianças.

Uma das perguntas que mais recebo no meu e-mail é: “Que conselho você daria a quem está começando a fotografar crianças?”.

Depois de responder umas porção destes, resolvi escrever um mini-artigo que acredito que vá ajudar àqueles que pretendem fotografar os pequenos, sem saber por onde começar.

Vamos por partes:

1 – A primeira coisa antes de se aventurar em qualquer trabalho de fotografia, é aprender a técnica. Isso vale para fotógrafos de qualquer área.

Estude e compreenda as técnicas fotográficas. Você deve dominar cada conceito antes de sair clicando despreparadamente.

Vejo muita gente se denominar “fotógrafo profissional” somente pela câmera que tem, sem conhecer conceitos simples, como histograma, balanço de brancos, entre outros.

Mito:Fotógrafo de verdade só fotografa no modo manual”. Depende. Chutar valores de exposição, acertar o clique na probabilidade, não significa aprender por tentativa e erro.

Aconselho àqueles que estão iniciando que fotografem sim, em modos pré-programados, como o P. Esses modos são facilitadores do aprendizado, pois te dão abertura e velocidade, mas as demais configurações são deixadas por sua conta.

A cada clique, observe o que o fotômetro está fazendo, tente entender o porquê de determinadas combinações e vá aprendendo com sua câmera.

2 – Invista em cursos e livros. De início isso é chato, muito chato. Mas a verdade é que se aprende tanto em livros, que você não deve pular esta etapa.

Livros que recomendo:

Fotografia Digital Sem Segredos, da biblioteca Fotografe Melhor

A Arte de Fotografar Crianças, da Tamara Lackey.

3 – Aprenda a editar. Não tem como fugir disso. Boa parte do trabalho do fotógrafo é feita na frente do computador.

Não aprender a utilizar programas como o Adobe Lightroom ou o Photoshop podem ser uma grande pedra no sapato.

Livros sobre o assunto são uma boa pedida, mas grande parte do aprendizado pode ser feito online e gratuitamente, em fóruns, blogs ou assistindo à videos.

Edite com parcimônia. Não deixe seus fotografados com cara de boneca de cera.

Dica: O novo Lightroom 3 é uma ferramenta absolutamente completa para fotógrafos.

4 – Crie um estilo. É difícil se reinventar, é verdade. Mas quanto mais você pratica fotografia, mais fácil é ‘encontrar seu caminho’. Aos poucos seu estilo vai sendo criado e é por ele que seu cliente te procurará mais tarde.

5 – Trabalhe de graça por uns tempos. Eita conselhozinho ruim de ouvir.

Fazer uns cliques da criançada da família, além de ser um favor legal para sua tia, prima ou madrinha, te ajuda a praticar sem compomissos. Quanto mais você fotografar, mais vai aprendendo a compôr, vai ficando à vontade com seu equipamento e fica cada vez mais seguro do seu trabalho.

Quando achar que já está ‘no ponto’, aí sim faça fotografias por uns trocados. Lembre-se que quando for fotografar eventos, alguns momentos são importantíssimos e não se repetirão. A pessoa que te contratou espera que você capte todos esses instantes, então só vá fotografar se tiver certeza de que entregará um bom trabalho.

6 – Já comece com contrato. Não cometa o mesmo erro que cometi. Antes de se aventurar fazendo fotos de crianças “alheias”, redija um contrato detalhado, onde o cliente sabe que está autorizando suas fotos para serem usadas em seu portfólio. Acredite, isso evitará muita dor de cabeça no futuro.

7 – Você TEM que gostar de crianças. Essa é óbvia, mas tem gente que esquece.

Crianças tem as mais diversas personalidades, algumas muito queridas e espontâneas, outras verdadeiros diabinhos hehe. Aprender sobre o universo das crianças e a lidar com elas já é meio caminho andado para o sucesso na fotografia infantil.

8 – Networking. Prestenção gente, que essa dica é importantíssima.  Recortei um trechinho do blog Efetividade sobre o que é Networking, só porque explica melhor do que qualquer definição que eu pudesse dar aqui:

“Networking é estabelecer uma rede de relacionamentos com um grupo de pessoas que poderão exercer influência positiva em sua carreira. Atualmente, não basta apenas sermos competentes, é essencial que saibamos manter a nossa empregabilidade. Uma das ferramentas mais eficazes para isso é o network que, aliás, é mais do que uma ferramenta, é um hábito que bem desenvolvido poderá ajudá-lo a:

  • Ter acesso a oportunidades no mercado de trabalho;
  • Captar informações relevantes para seu dia a dia;
  • Divulgar seu trabalho;
  • Obter novos clientes;
  • Solicitar conselho;
  • Captar recursos financeiros para um projeto;
  • Recomendar serviços;
  • Etc.”

Alerta: Conhecer uma pessoa, pedir seu e-mail e enviar seu currículo não é fazer networking, é ser CHATO!

Entenderam? Então comecem o mais cedo que conseguirem a expandir sua lista de contatos da área. Vá a encontros fotográficos, workshops, tudo o que puder te aproximar dos grandes nomes da sua cidade.

9 – Faça um cartão de visitas. Já dei o bizú de como confeccionar um business card de fotografia, agora use-o. Compre um porta-cartões e carregue-os por aí. Distribua sem ser chato.

10 – Divirta-se. Tudo pronto, chegou a parte boa. Pegue sua câmera, ganhe um dinheirinho e  é só alegria.

Anúncios
Categorias:Dicas técnicas
  1. Cíntia Amaral
    01/07/2010 às 14:42

    Oi, Huaine! Não conhecia seu blog… estou explorado e gostando de tudo! Obrigada pelas dicas!

  2. 02/07/2010 às 16:35

    Huaíne,

    Adorei seu site e a forma como você escreve.

    Reforço a parte que você fala sobre o contrato. Estou com vários ensaios antigos que não posso colocar no meu site pois na época não pedi autorização do uso de imagem e agora preciso ficar correndo atrás.

    Complementando seu artigo, uma dica muito importante é que nos primeiros contatos com a criança você se abaixe para ficar com os olhos na altura dos dela enquanto conversam. Isso facilita a criação de empatia com os nossos modelo mirins.

    O apresentador de televisão Raul Gil usa por baixo do terno uma joelheira, pois sempre que recebe uma criança em seus programas ele fica ajoelhado para conversar com ela.

    Eu sempre levo comigo uma câmera fotográfica de brinquedo bem colorida quando o ensaio é com crianças menores de 04 anos. Funciona muito com crianças tímidas. Enquanto arrumo meu equipamento entrego esta câmera para a criança mexer e depois à convido para brincar de tirar fotos das pessoas.

    Em outras situações vou mostrando as fotos no visor e pergunto a opinião dela.

    Abração e sucesso!

    • 02/07/2010 às 16:49

      Que dicas ótimas, Daniel, adorei.

      Eu também gosto de ficar assim bem amiguinha da criança. Faz com que ela se sinta mais à vontade e as fotos fiquem bem mais espontâneas.

      Gosto de carregar brinquedos, mas nao tnha pensado nessa da câmera colorida. Vou ver se acho alguma de brinquedo por aí, gostei da ideia.

      O problema de mostrar UMA foto no visor, é que elas querem ver TOOOODAS, as vezes isso dá um atraaaaaso hehehehe.

      Grande abraço e sucesso para você também.

  3. 06/07/2010 às 18:54

    Post super bacana! Eu adoro fotografar crianças. Elas são espontâneas. Se estão felizes morrem de rir e se estão tristes, choram, emburram… sem meio termo! Aí cabe a nós saber conduzir a situação e aproveitar as emoções para nossos clicks.
    Já li o livro da Tamara e acho que é uma ótima leitura pra quem gosta de fotografia infantil, além de conter fotos lindíssimas.
    Beijos

  4. 15/08/2010 às 04:51

    Ótimo post!!! Tinha certeza que você mandaria bem nos blogs!!!

  5. Fernanda
    03/02/2011 às 14:31

    Parabéns vc escreve muito bem
    vc falou tudo q eu precisava
    queron começar uma carreira fotografica e vc me deu
    umas dicas muito boa!!!

  1. 02/07/2010 às 14:39

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: